quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Já me disseram que não sei realmente o que é sofrer. Já me disseram que sou nojenta. Já me disseram que não sei o que é a felicidade. Já me disseram que estou mudada, quando continuo igual. PARA QUÊ? Eu sei tudo isso, talvez, melhor do que ninguém. Não é por acaso, que quando sorriu, é a sério, e quando choro, é com sentimento, mágoa, tristeza, DESESPERO. Mas também já me disseram que não posso levar a vida demasiado a sério. Já me disseram para ouvir o passado, e para ouvir o futuro. E se te dissessem para desaparecer, para fugires, fugias? Desaparecias? Talvez, o fizesses. Mas eu nunca faria isso. Porque ao contrário do que já me disseram uma vez, eu encaro os problemas, seja com raiva, com calma, ou com lágrimas pelo meio. Se sou um mostro? Talvez seja. Mas não como TU!

segunda-feira, 17 de agosto de 2009


Eu gosto imenso de ti, Bernardo!

terça-feira, 7 de julho de 2009

video

Muita nazaré!

"Eu fui à praia e não estavas lá."